quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Pelos risos e pelas lágrimas

A cada ano, todos os dias, todas as viradas todos querem tudo diferente. Pode ser racional, mas o misticismo de desejar tudo de melhor existe em todos. Olho ao lado e vejo os acomodados, que mesmo pedindo as mudanças para melhor ainda acredita que tudo continuara a mesma coisa. Volto a mim, os pensamentos egocêntricos me tornam um sonhador, sonhando, cantando... Se cruzar as pernas e esperar que o mundo mude meu rumo, será em vão. Nesse novo ano quero sonhar, sonhar como se fosse a realidade dos sorrisos de todas Monalisas, os quadros mais lindos da vida estão nos sonhos dos encantados, dos acordados. Um ano novo, uma era de soluções e problemas, dos cansaços às determinações, sem o som do sonho nada somos. E eu, olhando... Eu vejo no brilho da lâmpada o giro do ventilado, como se nada mudasse, como se tudo fosse determinado a ser daquele jeito. Eu olhando, vejo, mais um ano incerto dos caminhos das calçadas e aos verdes das árvores, eu não sei, mas vejo, a cada pena de um pássaro a oportunidade de sonhar e ver... A oportunidade de ser somente livre para crer que posso ter de tudo aos meus olhos, de cada metro do próximo quilômetro que irei caminhar. Todos os dias 31 de Dezembro o mundo para, o mundo celebra... Pode ser só mais um dia a celebrar, ou pode ser mais um dia a se pensar, sem planejar o futuro, mas pensar em mudar, na mudança interna onde o caminho a seguir é o do brilho dos olhos. Lutando todos os dias, pelos risos e pelas lágrimas. A cada tombo é uma oportunidade de crescer. E perder é necessário para vencer. Os pequenos detalhes fazem a diferença, e tentar mudar tudo de uma só vez é dar a mão à frustração. Sem pensar cirurgicamente nenhuma pessoa irá chegar à grande realização. Faça novo o seu ano, faça seu o novo ano. E que esse ano, quando 31 de Dezembro chegar, tudo possa ter sido melhor e tudo tem que ser passível de agradecimentos sinceros, cada dia de seu ano, todos os sorrisos e choros sejam extremamente aproveitados e de grande valia para todos.

4 comentários:

P. Fernando disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
pauane disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
jessica disse...

Vou comentar o que?
Tudo o que já falei, você escreve bem pra c#@%@! e eu adoro seus textos sempre misturando realidade e utopia. Confundindo ou explicando. No caso, dando esperança também, sem ser banal.
Valeu Fernando Vinícius Peracini!!!!!!!!!!!

luisa disse...

"Os pequenos detalhes fazem a diferença"

Fodaque geralmente ninguém pensa neles =/

Adorei o texto Bolachuts!!

Beijão!