terça-feira, 25 de agosto de 2009

-sem título-

Gosto de escrever, para que me leiam eu gosto que me leiam...
Gosto de escrever... Eu gosto dos gostos simples...
Gosto que entendam meus pensamentos.
Formas diversas de pensar expressadas nas letras
Nos versos livres, nas embaraçosas linhas.
Não lido, me quero no papel outra vez.
Mal lido, me cobro a caneta outra vez.
Esboço sorrisos nos rostos dos leitores,
Amores, dores, corações, sonhos e desejos
Papel, caneta e letras.
O homem oculto por trás da tela escreve
É com o coração, e suas fontes... Ah! Diversas,
Rastejam pelo seu cérebro querendo um pouco de espaço.
Os olhos rubros do sono elucidado pelas 30 horas acordado
Sons ainda batem nos ouvidos,
Na música a vontade de escrever.
No sono... a vontade de sonhar.

Prazer, esse sou eu e a minha louca necessidade de um papel e caneta!

2 comentários:

pauane disse...

O prazer é todo nosso. ;D
Te amo

luisa disse...

O prazer é todo nosso. ;D [2]

Disse tudo!!^^
Adorooo ler sua viagens mentais =D

Beeijo*